Dr. Ednei Silva

Tratamentos

• Ritidoplastia (Plástica de face e pescoço)

A ritidoplastia visa o rejuvenescimento facial mais natural e adequado para cada caso. Apesar de não ser possível transformar uma face de 40 anos em outra de 20, diversos aspectos podem ser tratados com a cirurgia, como flacidez, rugas e sulcos que foram acentuados ao longo dos anos. As cicatrizes, apesar de permanentes, são posicionadas na linha de implantação do cabelo e com o tempo, se tornam menos aparentes. Juntamente com a plástica da face, é possível tratar a região do pescoço, otimizando assim, os resultados.

A cirurgia da face e do pescoço embora muito duradouras, não são capazes de interromper o processo de envelhecimento natural. Em alguns casos, muitos anos após a cirurgia, novos sulcos e rugas são notados, fazendo-se necessária uma nova operação. Para complementar o resultados, pode ser sugerida a associação de outros procedimentos estéticos, de acordo com o desejo do paciente. Quase sempre, a blefaroplastia (plástica das pálpebras) é associada, devido à redundância de pele nesta área.

A anestesia pode ser geral ou local com sedação e a cirurgia dura cerca de 3 a 4 horas. A alta hospitalar se dá no dia seguinte, após 24 horas de internação. No período pós-operatório é importante manter repouso relativo na primeira semana, quando ainda há inchaço e equimoses na região. No caso da associação com a blefaroplastia, compressas geladas de soro fisiológico devem ser realizadas para diminuir o inchaço destas regiões. A faixa colocada durante a cirurgia pode ser retirada no momento da alta hospitalar. A maioria dos pontos das pálpebras é removida após 5 dias e os remanescentes (face, pescoço, couro cabeludo), entre 5 e 8 dias. A recuperação geralmente é pouco dolorosa ou indolor e após 3 meses já é possível notar o resultado definitivo. A confiança no trabalho do cirurgião aliada ao conhecimento das informações relevantes à cirurgia são de extrema importância durante o período pós-operatório.